Facebook   Twitter  
 
Notícias  
06/04/2017 - Enfim, a vitória veio. Suada!

O Democrata conseguiu o que queria: se manteve na primeira divisão do futebol mineiro e se livrou da incômoda vaga do Módulo II, a segunda divisão, que ficou com o América-TO. Para se livrar do rebaixamento, o Democrata superou o América em um jogo tenso na noite de segunda-feira no Mamudão. Foi um jogo com dois tempos distintos. No primeiro tempo, o Democrata começou bem, dominando o jogo nos 15 minutos iniciais, mas aos poucos foi perdendo espaço e viu o América dominar a partida, desperdiçar chances reais de gol e mandar uma bola na trave, depois de uma jogada maravilhosa do atacante Edinho. Ramon fez defesas milagrosas. O jogo atingiu um nível de tensão muito grande nos minutos finais e o árbitro Ricardo Marques Ribeiro expulsou do banco o técnico do América, Gilmar Estevam.

No segundo tempo a história foi outra. Logo aos 2 minutos, o garoto Lourival pegou uma sobra na área do América e bateu forte, cruzado, fazendo o gol do Democrata. Em vantagem no placar, o Democrata retomou o ritmo que desenvolveu nos minutos iniciais da partida, com muitas jogadas de contra-ataque. E perdeu várias chances de ampliar. Mas o América foi valente e também criou muitas oportunidades também.

Nos 15 minutos finais, o Democrata começou a segurar a vantagem que tinha. Já vencia por 1 x 0 e ainda contava com a vantagem do empate. A torcida do Democrata entrou no clima e começou a comemorar, gritando “ão, ão, ão, segunda divisão” para o time do América, e isso fez com que alguns jogadores americanos ficassem ensandecidos. Nos acréscimos, aos 48 minutos, uma confusão generalizada em campo, bem próximo às metálicas gerou briga com socos e pontapés entre jogadores das duas equipes. Os jogadores reservas de ambas as equipes entraram correndo dentro campo e a PM teve de entrar também para separar os brigões e garantir a segurança do trio de arbitragem.

Depois que tudo se acalmou, Ricardo Marques Ribeiro expulsou Carlão e Rafael Tanque, do Democrata; e Rogélio Ávila e Edinho do América. Após a confusão, o árbitro deu mais 3 minutos de acréscimos. Mas ao apitar o fim da partida, o goleiro Ramon, do Democrata, pegou um caixão vermelho, de isopor, com o escudo do América, e foi comemorar com a torcida. Mais confusão, corre-corre, e os jogadores do América loucos pra pegar o goleiro da Pantera, que recebeu o cartão vermelho, por atitude antidesportiva, mesmo depois de encerrada a partida.

Ficha do jogo

O Democrata jogou e venceu com Ramon, Marcelo Bispo (Victor Guilherme), Wellington, Carlão e Vitinho. Glaydson, Lima, Matheus Roldan (Lenine) e Andrey. Lourival (Rafael Tanque) e Alan. Técnico: Márcio Pereira.

O América jogou com Matheus Gonzaga (Vieira), Diego, Emerson (Gleyson), Kalu, Deyvison (Ramonzinho), Luisinho, Rogelio Ávila, Edinho, Bruno Barros, Vinicius  e Marcelo. Técnico: Gilmar Estevam

Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro

Público: 4.284
Renda: 79.415,00

 
 
«Voltar
HOME - CLUBE - ( Cidade | Diretoria | Hino | Historia | Mascote | Títulos | Linha do Tempo | Equipe de Trabalho | ) IMPRENSA - ( Notícia | ) ELENCO - JOGOS - ESTÁDIO - FAQ - MULTIMÍDIA - ( Fotos | Vídeos | Mural de Recados | ) FALE CONOSCO - INSCRIÇÕES ATLETAS -